Universidades federais não têm prazo definido para retomar aulas presenciais no RN; UERN marca volta para fevereiro

Apesar disso, propostas são analisadas internamente.

Na Ufersa, uma proposta debatida atualmente é de retorno em janeiro do próximo ano. No IFRN, que conta com cursos técnicos de nível médio e também de nível superior, a ideia é de retomada em novembro deste ano, em formato híbrido.

Maior universidade pública do estado, a UFRN não divulgou possíveis prazos para a retomada das aulas presenciais.

Já a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) informou que aprovou um calendário com volta às aulas presenciais marcada para 2 de fevereiro de 2022. Apesar disso, alertou que a data pode ser alterada de acordo com a situação da pandemia.

Ufersa
Sediada em Mossoró, assim como a UERN, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) afirmou que planeja o retorno gradual e seguro com aulas presenciais em janeiro.

Para isso, a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) tem feito reuniões e visitas técnicas nos quatro campi da Ufersa. O semestre letivo de 2021.2 tem previsão para começar no dia 17 de janeiro de 2022

G1RN

Governo do RN libera presença de torcedores nos estádios a partir desta sexta-feira (17), mas somente vacinados

O governo do Rio Grande do Norte liberou a presença de torcedores nos estádios e ginásios do estado, para os eventos esportivos, a partir desta sexta-feira (17). A prática estava proibida desde o início da pandemia da Covid-19.

De acordo com portaria da Secretaria de Saúde publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (15), o público ainda será limitado e deve corresponder a 30% da capacidade, por setor, da arena esportiva. Apenas pessoas vacinadas poderão entrar e o uso de máscaras é obrigatório.

“Somente poderão acessar os estádios e/ou ginásios os torcedores portadores de ingresso com esquema de imunização completo contra a COVID -19”, diz a portaria. Veja o documento completo aqui.

A verificação e fiscalização dos comprovantes de vacinação das pessoas que adquiram ingresso é obrigação do clube mandante onde ocorrerá a atividade esportiva, diz ainda o documento.

O público deverá apresentar comprovante de vacinação digital ou físico, que indique que tomou as duas doses das vacinas usadas no país, ou a dose única, no caso da Janssen.

“A permissão de acesso de torcedores em dias de jogos sem a comprovação mediante apresentação dos documentos estabelecidos neste artigo representa infração sanitária e implicará na imposição de penalidades previstas em lei para o clube mandante”, diz a portaria.https://0965932d14165e5a978984714ddb4eaf.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Ainda de acordo com o governo, os acentos devem ser numerados e com distanciamento mínimo de 1,5 metro e é vedada a presença de público em pé.

A venda de comidas é permitida em embalagens individuais e o consumo só pode ser feito pelo torcedor sentado, segundo a portaria.

Os atletas, a comissão técnica, dirigentes e demais pessoas que terão contato direto com os atletas devem ser testados contra a Covid-19 até 72 horas antes do início da partida.